JARU MOTOS

Comercialização de agrotóxicos em Rondônia acontece em formato digital a partir de 2022

Imagem ilustrativa/ Google

A comercialização de agrotóxicos em Rondônia passa para o formato digital a partir do dia 1º de janeiro de 2022. A medida pretende melhorar a fiscalização do uso desses produtos. Atualmente, a venda é realizada somente com a apresentação de um receituário agronômico. Com a implantação do “Siafro Eletrônico”, o processo deve ser mais controlado.

A intenção é que a tecnologia facilite na fiscalização durante as vendas e uso dos produtos agrotóxicos impedindo fraudes, segundo a Agência de Defesa Sanitária Agrosilvopastoril do Estado de Rondônia (Idaron).

“Sem dúvida nenhuma vai controlar a questão das fraudes, então, com esse novo sistema, a gente vai conseguir identificar melhor quem é que está trabalhando errado”, Jessé de Oliveira Júnior, gerente de defesa vegetal da Idaron.

O sistema passará a ser obrigatório a partir do dia 1º de janeiro e o cadastro deve ser feito online junto à Idaron. A mudança também deve dar ao produtor o controle na “palma da mão” dos produtos consumidos e da devolução das embalagens dos defensivos agrícolas.

“Eletronicamente o produtor saberá no final do ano quantas embalagens ele comprou e em qual posto de revenda precisará fazer a devolução. Em seguida a Idaron fará a retrolavagem e o revendedor dará o destino final correto às embalagens”, comentou o presidente da Federação de Agricultura e Pecuária de Rondônia, Hélio Dias.

FONTE: G1
POR: RONDÔNIA EM AÇÃO
MULTI CRÉDITOS
FLASH NET