JARU MOTOS

Jaru – Desacordo comercial entre prefeitura e empresa de coleta de lixo vira caso de polícia

Foto: Divulgação/Prefeitura de Jaru

 

Nesta quinta-feira (11) por volta das 16 horas, a central de operações da polícia militar de Jaru recebeu informações sobre um desacordo comercial entre a empresa Amazon Forte e a prefeitura de Jaru.

Diante dos fatos, a guarnição se deslocou até o aterro sanitário, local onde estava o representante da empresa Amazon Fort e o representante da Prefeitura de Jaru. O representante da empresa Amazon baseado em liminar judicial expedida em 10 de março de 2021 pela juíza Maxulene de Sousa Freitas, a ordem judicial exigia que o senhor Prefeito Municipal senhor João Gonçalves seria obrigado a retomar o contrato com a Empresa Amazon Fort de imediato com multa diária caso a Prefeitura não retomasse os serviços de coleta de lixo.

O representante da prefeitura informou que o Prefeito João Gonçalves Junior, não havia ainda tomado fé em tal documentação e por isso ainda não pode retornar os serviços de coleta de lixo pela empresa Amazon Fort.

No local havia 03 caminhões da Empresa Amazon Fort estavam carregados de lixo coletados na cidade, e a prefeitura não autorizou a descarregar o lixo no aterro e os caminhões foram obrigados a retornar com o lixo.

A PM colheu as informações e filmou toda a situação sendo anexada na ocorrência que foi registrada na UNISP de Jaru, para que sejam tomadas as providências cabíveis.

Fonte: Rondônia em Ação

MULTI CRÉDITOS
FLASH NET